A ODE À CABIDELA 🐔

Ninguém sabe ao certo se começou aqui, noutro país europeu ou se foi por influência árabe. Certo é que a cabidela se espalha pelo mundo pela mão dos portugueses, e que para nós, será sempre portuguesa 

A Ordem da Cabidela foi criada para juntar os amantes deste prato, nem sempre consensual, e formar a maior estrutura de amantes de gastronomia em Portugal. 
Cada jantar é um momento único, e esta sexta dia 10, foi aqui no OSSO BENTO 
Uma cabidela é um guisado em que é utilizado o sangue do próprio animal no seu molho, geralmente de galo ou galinha. 
Sabemos que nestes jantares há lugar para a inovação, por isso estávamos ansiosos por descobrir o que nos iam trazer estes 3 sanguinários:

O Chef anfitrião, o nosso Mateus Freire 
🔪 Cabidela de Feijoada de Coelho

O Ricardo Nogueira, do Mugasa (O Rei do leitão assado) 
🔪 Cabidela de Leitão

E o Vítor Adão, do Plano (Membro fundador da Ordem) 
🔪 Cabidela de Pato 

Os participantes foram ordenados “Cavaleiros da Ordem da Cabidela” e receberam o seu colar vermelho com a sua pena prateada, símbolo do papel de embaixadores que a partir de agora assumirão.